Joguei meu iPhone nas águas do Tietê (conto)

por Fred Di Giacomo Joguei meu iPhone no meio das águas sujas do Tietê. Era o que precisava ser feito. Era o que eu tinha que fazer. *** — Você foi feliz? — Como assim, Alex? Pergunta estranha… — Não, vô, queria saber se você foi feliz, de verdade. Se sua vida valeu a pena. Meu avô era um self-made man. Eu era um bundão. Ela tinha saído do sertão do Ceará, trampado como porteiro, peão, engraxate, estudado engenharia, passado…

Continuar lendo