Como fazer com que a rejeição vire algo bom?

Por Priscila Bellini Se tem uma coisa que 2015 me ensinou é que lidar com a rejeição faz bem. A ciência já comprovou que o nosso cérebro processa essa frustração de maneira semelhante à de uma dor física. Em outras palavras, aquele “não” em uma vaga de emprego equivaleria a um soco no estômago ou outro incômodo físico. Só que, sabendo processar a chateação, contornar a situação fica fácil. Eu, por exemplo, resolvi escrever uma lista de coisas boas sobre…

Continuar lendo