A importância de ser gentil

Por Priscila Bellini

Quando o escritor George Saunders foi convidado a discursar para os alunos da Syracuse University, nos Estados Unidos, decidiu falar de gentileza. Ou, melhor dizendo, de quando não aproveitamos as oportunidades para estender a mão e ser gentis. Confira a animação do Above Average com um trecho do discurso:

Em resumo, o que chamou a atenção de George é que, mesmo ao ver uma garota quietinha e isolada por muito tempo, ele não agiu. Não puxou assunto, tentou trazê-la para perto ou torná-la parte de grupo. E, ainda que ele não tenha mais contato com ela, esse comportamento o incomoda — afinal, por que ele não resolveu ser gentil?

Essa é a pergunta essencial em inúmeras situações do dia a dia e pode ter te ocorrido há poucas horas. Já pensou em ser gentil hoje?

Leia também:
– Manifesto por um mundo menos babaca

=> Este post te ajudou? Apoie o Glück!
A forma mais prática de nos ajudar é fazer uma assinatura mensal do Glück. Funciona como uma assinatura de revista: você paga um preço fixo, que nos ajuda a ter uma estabilidade para produzir o conteúdo que você lê aqui. Existem três valores que você pode optar escolher para assinar:

Se você quiser fazer apenas uma doação única, insira o valor desejado abaixo (dá pra pagar com PayPal ou cartão de crédito):