Glück Project

Uma investigação sobre a felicidade

Priscila Bellini

Pare de mandar as mulheres sorrirem

Por Priscila Bellini Você deve se lembrar da campanha Chega de Fiu Fiu, organizada pelo coletivo feminista Think Olga (com a participação da Karin, aqui do Glück). Foi o estopim para que, no Brasil, a gente pensasse no assédio nas ruas e nas populares cantadas. Quando os resultados da pesquisa foram lançados, eu me lembro de ficar um pouco chocada, porque aquele assunto parecia meio escondido. Digo, quem nunca tinha ouvido um comentário grotesco na rua? Quem nunca tinha ficado…

Continuar lendo

Seja você mesmo

Por Priscila Bellini É difícil não querer ser o Neil deGrasse Tyson. O cara é um astrofísico renomado, apresentou a fantástica série Cosmos: Odisseia no Espaço e consegue fazer vários aspectos da ciência parecerem mais fáceis de entender (e muito mais interessantes). Não é à toa que, em seu vídeo para o canal Big Think, ele deixa claro que muita gente o procura para pedir dicas de “como ser ele”. A resposta do cientista americano vai no sentido oposto: não…

Continuar lendo

Nós precisamos ser mais gentis diariamente

Por Priscila Bellini Fazer disso um hábito melhora pra valer o ambiente em que estamos, seja uma cidade com milhões de habitantes, seja uma cidade bem pequena, no interior. E, se você precisa de um lembrete para aplicar essa ideia no dia a dia, talvez o KindMe seja um bom começo. O app, disponível para iOS, Android e Windows Phone, pretende motivar os usuários a fazer gentilezas no dia a dia. Basta se cadastrar no aplicativo, ou se conectar com…

Continuar lendo

Transforme as tarefas do dia a dia em um jogo

Por Priscila Bellini O fim de ano está aí, e nós sabemos que as energias de muita gente já está nas últimas — ou, pelo menos, precisando de uma recarregada. Ainda mais se a lista de tarefas só aumenta. E, bem, se lidar com a checklist como está não tem funcionado, o jeito é apelar para uma forma mais interessante dela: um jogo. É esse o mecanismo do QUEST, um game disponível para iOS que converte cada uma das suas…

Continuar lendo

Conheça os livros que funcionam como ticket para o metrô

Por Priscila Bellini Se você precisava de uma boa desculpa para ler no metrô, você achou. Essa é uma realidade bastante paulistana: mesmo com o aperto do transporte público, o tempo que passamos dentro do vagão às vezes vira um período de leitura. (Se a quantidade de gente no trem permitir e se houver um espacinho para isso, claro.) Pensando nessas situações, uma parceria da L&PM Pocket com a Via Quatro lançou uma motivação extra para encarar o metrô com…

Continuar lendo

O que fazer se você não tem “só” uma paixão

Por Priscila Bellini A gente entende se a pergunta “o que você quer ser quando crescer?” parece um desafio acima do normal. Pra quem não tem uma resposta certeira e pontual é mesmo — e não há problema nisso. Perdidos por aí, aposto que existem aqueles que flertam com a Matemática, mas acabam por escolher a Geografia. Ou que seguem para a Administração, sendo que adorariam passar um período da vida produzindo artesanato. Agora, se essa paixão dividida (em dois…

Continuar lendo

Quer ser feliz? Mantenha-se presente

Por Priscila Bellini Não é de hoje que a pergunta “o que nos faz feliz?” motiva pesquisas. Nós aqui no Glück já mostramos a química por trás disso, indicamos um mapa para encontrar a felicidade e explicamos o que a sua alimentação tem a ver com a felicidade. Em meio a tantos caminhos para chegar à felicidade, um parece ser mais simples: manter-se presente. Na prática, isso significa realmente fazer o que se está fazendo. Ou seja, não deixar a…

Continuar lendo

A importância de ser gentil

Por Priscila Bellini Quando o escritor George Saunders foi convidado a discursar para os alunos da Syracuse University, nos Estados Unidos, decidiu falar de gentileza. Ou, melhor dizendo, de quando não aproveitamos as oportunidades para estender a mão e ser gentis. Confira a animação do Above Average com um trecho do discurso: Em resumo, o que chamou a atenção de George é que, mesmo ao ver uma garota quietinha e isolada por muito tempo, ele não agiu. Não puxou assunto,…

Continuar lendo

Qual o melhor conselho que você já recebeu? – fizeram a mesma pergunta para pessoas de 1 a 105 anos de idade

Por Priscila Bellini Difícil responder assim, na lata, não? Esse é mais um desafio proposto pela Soul Pancake, que fez essa pergunta a pessoas de várias idades. “Quando você pedir um cheeseburguer em um restaurante, comente que você ‘quer carne, queijo e pão’”, “uma pessoa inteligente nunca fica entediada”, “sempre confie naquela voz interior” são algumas das respostas. Confira todas elas aqui: E no seu caso, qual foi o melhor conselho?  

Viva sua vida ao máximo!  (A gente vai explicar o motivo com jujubas)

Por Priscila Bellini A ideia do vídeo abaixo é mostrar quanto tempo nós realmente temos na vida e ilustrar o argumento com jujubas. Logo no início, são 28 835 docinhos disponíveis, equivalentes à expectativa de vida de um americano comum. Agora, se você descontar o tempo que passa dormindo, o tempo das muitas refeições e as horas em frente à TV, quanto sobra? Confira: Já pensou em quantas jujubas você gasta com atividades que realmente te fazem bem? Bora desligar…

Continuar lendo

próximo
anterior