Glück Project

Uma investigação sobre a felicidade

aceitar

Réquiem para uma investigação sobre a felicidade – parte 2 (sobre dinheiro e o desafio de viver no presente)

por Fred Di Giacomo Para encerrar nossa investigação sobre a felicidade, me dispus a compilar meus aprendizados em três posts. Vamos começar o segundo deles atacando a clássica dúvida “Dinheiro compra felicidade?”. Para isso, convido dois grandes filósofos para discorrer sobre esse tema fundamental da existência: Parece que Mano Brown e Sêneca concordam quando o assunto é “dinheiro vs felicidade”, mas o que a ciência diz sobre essa grande questão da humanidade? Uma pesquisa de Princeton, de 2010, conduzida pelo economista vencedor do Nobel…

Continuar lendo

Réquiem para uma investigação sobre a felicidade – parte 1 (coisas que aprendi quando resolvi buscar sentido para existência)

Antes de mais nada, eu queria fazer duas perguntas simples: quem, aqui, se considera uma pessoa feliz? E quem está se sentindo feliz no momento? Agora, pensem por um minuto sobre qual foi o pior momento da vida de vocês. Eu acredito que o meu tenha sido uma das minhas crises de pânico, em 2008, quando eu não conseguia ver muita saída ou opção para meus problemas e a existência andava triste e sem graça. Acho importante, quando falamos de…

Continuar lendo

Como fazer com que a rejeição vire algo bom?

Por Priscila Bellini Se tem uma coisa que 2015 me ensinou é que lidar com a rejeição faz bem. A ciência já comprovou que o nosso cérebro processa essa frustração de maneira semelhante à de uma dor física. Em outras palavras, aquele “não” em uma vaga de emprego equivaleria a um soco no estômago ou outro incômodo físico. Só que, sabendo processar a chateação, contornar a situação fica fácil. Eu, por exemplo, resolvi escrever uma lista de coisas boas sobre…

Continuar lendo

Quais são os 5 maiores arrependimentos que as pessoas têm antes de morrer?

Uma das coisas que mudou nossa vida e nos fez querer criar o Glück Project, foi ter entrevistado a Dr Ana Cláudia Arantes que trabalha com doentes terminais. Ela tem coisas muito bonitas para contar sobre os arrependimentos que as pessoas têm quando estão morrendo. Vale muito a pena assistir o vídeo abaixo e repensar ser valores. Sério, tente não repensar sua vida depois. Leia também: -Fracassar é humano! -Para ser feliz, pense na morte Apoie o Glück 🙂 Se…

Continuar lendo

A incrível história da deficiente física que foi visitar campos de refugiados na Etiópia, Sudão e Uganda.

Postado em 4 de julho de 2015

Você acha sua vida difícil? Tem medo ou preguiça de viajar? Gostaria de ajudar os outros, mas não sabe como? Inspire-se na história de Jéssica. Com pouco dinheiro e apoiando-se em muletas,  a brasileira visitou campos de refugiados,contraiu malária e foi expulsa de um estado do Sudão. Sua jornada se transformou num livro bancado por financiamento coletivo. “Estamos Aqui”, o nome do livro, veio de um momento epifânico da viagem de Jéssica: no campo de Sherkole, um dos refugiados se aproximou e disse:…

Continuar lendo

Como não se arrepender no final da vida

por Karin Hueck Bronnie Ware era uma australiana com uma bem-sucedida carreira no mundo financeiro, quando se enfezou da vida. Depois de dez anos trabalhando em bancos, juntou a coragem para pedir demissão e viajar o mundo. Foi lavadora de pratos num resort em uma ilha paradisíaca, depois garçonete em um pub inglês – e terminou acompanhante de uma octagenária no interior da Inglaterra. Daí para virar enfermeira foi um passo natural, e Bronnie começou a cuidar de doentes em…

Continuar lendo

"A realidade mais óbvia e vital costuma ser a mais difícil de ser reconhecida", David Foster Wallace

Texto: David Foster Wallace/ Ilustrações: Renata Miwa Isto é água (versão animada e resumida do discurso de David Foster Wallace) Dois peixinhos estão nadando juntos e cruzam com um peixe mais velho, nadando em sentido contrário. Ele os cumprimenta e diz: – Bom dia, meninos. Como está a água? Os dois peixinhos nadam mais um pouco, até que um deles olha para o outro e pergunta: – Água? Que diabo é isso? Não se preocupem, não pretendo me apresentar a vocês…

Continuar lendo

Felicidade, no singular, não existe

por André Toso A felicidade se transformou em mercadoria embalada, selada e colocada à venda em gôndolas de supermercados. Antes uma ideia filosófica, uma ânsia utópica, um desejo, a felicidade é hoje um simples produto vendido em livros de autoajuda, prometido em cultos religiosos, celebrado na irrealidade da televisão, prescrito por psiquiatras e atualizado no perfil do Facebook. Felicidade, hoje, é como um plano de operadora de celular ou um novo modelo de carro. Todos se sentem obrigados a buscar…

Continuar lendo

O lado fantástico da vida comum

por Fred Di Giacomo Cheiro de chuva caindo na terra me faz feliz. Eu não posso te explicar exatamente porque, mas me conecta com algum lugar bom e seguro da minha infância. Dias ensolarados de outono e finais de tarde durante o verão têm efeito parecido. São pequenas doses de “Rivotril” que o universo distribui sem cobrar nada em troca. Meu irmão fica feliz quando seu time ganha e diz que vive para ver a Copa do Mundo de quatro…

Continuar lendo

5 conselhos simples para ser feliz

Postado em 31 de julho de 2014

Em nossa temporada berlinense conhecemos o Denis – criador do  Sem Fio, um site que reúne vídeos de brasileiros espalhados pelo mundo mostrando como é a vida fora do país. O Denis convidou o GLÜCK para fazer uma parceria, criando um vídeo sobre felicidade filmado em Berlim. Depois, os demais colaboradores do Sem Fio criariam outros vídeos falando sobre a felicidade ao redor do mundo. Nosso vídeo você pode assistir abaixo e reúne cinco conselhos simples para ser feliz. Esperamos que…

Continuar lendo

anterior