Glück Project

Uma investigação sobre a felicidade

Berlim

“A vida é arte do encontro, embora haja tanto desencontro pela vida”

“A vida é arte do encontro Embora haja tanto desencontro pela vida”, Vinicius de Moraes Ontem, em meio ao temporal que lavou São Paulo, eu e Karin ficamos conversando no escuro, iluminados por relâmpagos que dançavam ao som das trovoadas, esperando a luz voltar. Alheios à destruição que rolava pelo bairro, lembrávamos do tempo em que moramos em Berlim e falávamos da vontade de voltar para lá um dia. Hoje, aproveitando que tinha terminado um frila, fui arrumar a mesa de…

Continuar lendo

Ich habe mein iPhone in die dreckigen Gewässer des Tietê geworfen

Ich habe mein iPhone in die dreckigen Gewässer des Tietê geworfen (Traduziram um conto meu pro alemão)

Author: Fred Di Giacomo/ Translation: Patricia Sojka (Note for Brazilian readers/Nota para os leitores brasileiros: no final de 2014, a tradutora brasileira radicada na Alemanha Patricia Sojka descobriu meu conto “Joguei meu iPhone nas águas sujas do Tietê” (que já foi publicado aqui no Glück) e me pediu para traduzi-lo para o alemão. Achei que tinha tudo a ver com o Glück, este projeto que falou bastante da minha temporada em Berlim. Ela me mandou o trabalho pronto em 2015,…

Continuar lendo

Tailandesa serve Linguiça de arroz no ThaiWiese

ThaiWiese: O delicioso (e ilegal) mercado tailandês de Berlim

por Fred Di Giacomo A melhor comida tailandesa de Berlim não pode ser comprada em nenhum restaurante da cidade. Ela é vendida ilegalmente na grama do Preußenpark (Parque da Prússia) em ensolarados domingos de verão. Não existe uma data oficial para encontrar as dezenas de mulheres tailandesas que vendem suas iguarias sem alvará nem documento, mas a coisa costuma funcionar entre meio-dia e oito da noite. Berlim no verão é uma festa: dezenas de turistas, hipsters, naturistas e estudantes enchem…

Continuar lendo