Glück Project

Uma investigação sobre a felicidade

filosofia

“Trabalhos sem amor, trabalhos tediosos (…) — essa é uma das mais dolorosas misérias da condição humana”, Wislawa Szymborska

por Wislawa Szymborska, tradução Carlos Alberto Bárbaro Dizem que a primeira frase de qualquer discurso é sempre a mais difícil. Bem, agora ela já ficou para trás. Embora algo me diga que as frases por vir — a terceira, a sexta, a décima e assim sucessivamente, até a última linha — serão tão difíceis quanto, já que é suposto que eu tenha que falar sobre poesia. Falei muito pouco sobre o assunto, quase nada, na verdade. E sempre que isso aconteceu, eu…

Continuar lendo

“Felicidade e liberdade não existem, o que existe é intensidade”, Viviane Mosé

Postado em 11 de maio de 2016

“Ser gostosa não é “ser magra, ter a bunda dura e peito grande”. Ser gostosa é ser sensual. E ser sensual é querer comer e ser comido pela vida. Quanta vida cabe em você?”, Viviane Mosé Nesse vídeo curto, de 16 minutos, a filósofa, psicóloga e escritora Viviane Mosé fala na casa TPM sobre ser mulher, sobre a educação no Brasil e, até, sobre nosso assunto favorito: a felicidade. -Vale a pena largar tudo em busca da felicidade? – Leve…

Continuar lendo

Carl G. Jung e seu cachimbo

“O único perigo real existente é o próprio homem”, entrevista com o psicólogo Carl G. Jung

O homem não suporta uma existência sem significado, Carl. G Jung Carl G. Jung foi um dos maiores psicólogos da história e um dos pensadores mais influentes do século XX. Discípulo de Freud (com quem rompeu posteriormente), Jung foi criador da psicologia analítica, pioneiro na classificação dos tipos psicológicos (inicialmente extrovertido e invertido) e profundo estudioso dos sonhos e dos mitos. Muitas vezes suas pesquisas são questionadas por terem abrangido temas como a parapsicologia, a alquimia e o I Ching,…

Continuar lendo

A arte serve como terapia

Por Priscila Bellini Além de lotar as galerias e chamar a atenção dos aficcionados, as obras de arte servem para quê? Bem, há uma enxurrada de respostas para a inquietação — e uma delas, que você já viu aqui no Glück, é a capacidade de mudar vidas –, mas o filósofo Alain de Botton escolheu só uma para o seu discurso. Na palestra para a School of Life, projeto que ele encabeça com outros colegas, Botton explica como as esculturas,…

Continuar lendo

11 livros que podem mudar sua vida

Postado em 29 de junho de 2015

por Fred Di Giacomo Ilustração: Renata Lacerda Não sei exatamente como o sonho de ganhar a vida escrevendo entrou na minha cabeça. Deve ter a ver com a idolatria dos meus pais por livros e seus autores. Lembro de sempre ver minha mãe e meu pai com algum livro nas mãos. Também deve ter contado o fato de, um dia, um deles ter me dito que uma forma da gente “não morrer” era viver nas coisas que a gente escreve….

Continuar lendo

Astrofísico explica o sentido da vida para um garoto de 6 anos

Postado em 7 de junho de 2015

Senhoras e senhores ansiosos para descobrir qual o sentido da nossa existência na Terra, eis mais um vídeo espetacular da nossa séria “Grandes cientistas explicam o sentido da vida“: Desta vez o grande astrofísico americano Neil Degrasse Tyson mostra sua visão da existência para um garotinho de 6 anos. Acho bem bonita a parte em que ele diz que “um dia em que ele não aprendeu algo novo é um dia perdido”. Aprender um pouquinho mais a cada dia, me…

Continuar lendo

"Qual o significado da vida?", por Sean M. Carroll

Postado em 24 de maio de 2015

Será a ciência a filosofia dos tempos modernos?  Stephen Hawking, um dos cientistas mais famosos dos nossos tempos, acredita nisso. Na verdade, os primeiros filósofos que existiram eram uma mistura de matemáticos, físicos, historiadores e pensadores. Veja o caso de Sean M. Carroll, por exemplo. Ele é físico teórico, professor da Caltech (Instituto de Tecnologia da Califórnia), autor de diversos livros sobre ciência, além de figura carimbada em programas de televisão, como “O Universo” do History Channel e Through the Wormhole…

Continuar lendo

Uma vida simples não é uma vida simplória

Postado em 2 de março de 2015

O filósofo e escritor Mário Sérgio Cortella dá uma aula em 5 minutos sobre como ter uma vida simples, sem que ela seja uma vida simplória. Em sua fala, cheia de boas provocações, ele pergunta “sou proprietário do que possuo ou estou sendo possuído por aquilo que sou proprietário?” “Uma vida simples é aquela em que temos suficiência de recursos para viver, prover futuro e repartir”, define ele. -Este post te ajudou? Apoie o Glück!  Leia também: – Do que eu…

Continuar lendo

Oliver Sacks: "Minha própria vida"

Oliver Sacks, quando descobriu que tinha câncer terminal Este texto foi publicado originalmente no New York Times em 19 de fevereiro de 2015. A tradução é da Karin Hueck. Há um mês, eu sentia que estava em boas condições de saúde, robusto até. Aos 81 anos, ainda nado uma milha por dia. Mas a minha sorte acabou – há algumas semanas, descobri que tenho diversas metástases no fígado. Nove anos atrás, encontraram um tumor raro no meu olho, um melanoma ocular. Apesar de a…

Continuar lendo

Uma breve história (filosófica) da felicidade

por Eduardo Carli de Moraes, do Depredando o Orelhão Se deveras existe um pecado contra a vida, talvez não seja tanto o de desesperar com ela, mas o de esperar por outra vida, furtando-se assim à implacável grandeza desta. ALBERT CAMUS, Núpcias I. O DIREITO INALIENÁVEL DE CAÇAR A VIDA FELIZ Não são só os filósofos que estão sempre em seu encalço. À caça de felicidade vamos todos, embriagados pelo sonho e impelidos pelo coração (que tem razões que a própria…

Continuar lendo

anterior