Seja você mesmo

Por Priscila Bellini

É difícil não querer ser o Neil deGrasse Tyson. O cara é um astrofísico renomado, apresentou a fantástica série Cosmos: Odisseia no Espaço e consegue fazer vários aspectos da ciência parecerem mais fáceis de entender (e muito mais interessantes). Não é à toa que, em seu vídeo para o canal Big Think, ele deixa claro que muita gente o procura para pedir dicas de “como ser ele”. A resposta do cientista americano vai no sentido oposto: não queira ser mais ninguém, seja você mesmo. Confira a explicação completa a seguir:

“Eu acho que as melhores pessoas que já estiveram na nossa sociedade nunca foram versões de outra pessoa. Eles foram eles mesmos. Você não pensa em Michael Jordan, o jogador de basquete, e diz: ‘Ah, mas ele era igual àquele outro jogador’. Não, você não precisa nem dizer, ‘Ele era como aquele jogador somado àquele outro e dividido por dois’. Não. Ele é Michael Jordan. Eu acho que essas melhores pessoas criaram uma imagem que representam uma combinação única de seus talentos. E se todos tivessem o luxo de expressar suas combinações únicas de talentos para o mundo, a nossa sociedade seria transformada do dia para a noite. É a grande tragédia – pessoas empregadas em funções em que não aproveitam plenamente tudo o que fazem de melhor na vida.”

=> Este post te ajudou? Apoie o Glück!
A forma mais prática de nos ajudar é fazer uma assinatura mensal do Glück. Funciona como uma assinatura de revista: você paga um preço fixo, que nos ajuda a ter uma estabilidade para produzir o conteúdo que você lê aqui. Existem três valores que você pode optar escolher para assinar:

Se você quiser fazer apenas uma doação única, insira o valor desejado abaixo (dá pra pagar com PayPal ou cartão de crédito):