Seu conceito de felicidade vai mudar com o tempo

Sim, seu conceito de felicidade vai mudar com o tempo e, claro, nem precisa ir muito longe para entender a tradução disso. Afinal, a sua versão com cinco anos de idade provavelmente acharia que tomar sorvete e andar de bicicleta em um mesmo dia era uma garantia de ser feliz. Essa variação nos nossos ideais de uma vida feliz viraram matéria-prima para os estudos da psicóloga Jane Aaker, da Universidade Stanford, e inspiraram essa animação apresentada no encontro da Future of Storytelling.

Como dá pra sacar, quando somos mais novinhos, as descobertas nos fazem sorrir pra valer, e – até abandonarmos a adolescência de vez – ainda estamos em uma busca por algo a mais. Com a chegada dos trinta anos, a tendência é encarar a estabilidade e o equilíbrio como sinais de uma vida melhor e associar, ainda, a felicidade a um significado mais profundo.

 

=> Este texto te ajudou? Apoie o Glück 🙂
Se nossa investigação e nossos textos têm sido úteis para a sua vida e  se você quer apoiar o Glück a continuar gerando conteúdo de qualidade, apoie a gente. Como?

Assine
A forma mais prática de nos ajudar é fazer uma assinatura mensal do Glück. Funciona como uma assinatura de revista: você paga um preço fixo, que nos ajuda a ter uma estabilidade para produzir o conteúdo que você lê aqui. Existem três valores que você pode optar escolher para assinar:



Se você quiser fazer apenas uma doação única, insira o valor desejado abaixo (dá pra pagar com PayPal ou cartão de crédito):

Leia também:
-Relato de uma pessoa tímida
-Como ter um corpo perfeito para o verão